segunda-feira, 4 de julho de 2011

Mais infinitas xícaras de café, por favor!

Eu não sei por onde anda a felicidade
Penso que ela se esqueceu de mim
Perdeu as chaves da minha casa
E isso parece ser tão ruim

Ultimamente tenho vivido de saudades
Aos montes ela me consome e fim
Outro dia se vai e é menos um
Sem você aqui

A esperança é o que me move
O sonho é o que me mantém viva
Já são dez pras nove
Mas ainda não encontrei uma saída

Perdi as contas de quantas xícaras de café tomei
Contra quantos pensamentos eu lutei
E se me perguntarem o por que
Eu digo: não sei, não sei...

A solidão tem me acompanhado por todas as ruas
Em cada passo, em cada traço do meu rosto
É o efeito que o pensamento tem sobre mim
Cada papel é apenas um esboço
De quem um dia já teve tudo isso e viu partir.

Só o amor para manter-me aquecida
Mas quando tudo parece sem saída
Eu tomo outra xícara, até perceber que
O café já esfriou faz tempo...

3 comentários:

  1. amei o blog! mistura os textos com sua vida real! adoro isso! Seguindo já (: Se quizer visitar o meu: http://maari-lima.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. só o amor para te aquecer, só o amor de uma cidade tropical... lindo minha gorda! *-*

    ResponderExcluir
  3. Oii estou te seguindo!
    Ficarei muito feliz se vc visitar o meu blog e me seguir tb :)
    Bjs

    http://conversadeblogueiro.blogspot.com

    ResponderExcluir